Pages - Menu

sexta-feira, 3 de maio de 2013


Estudo para Obreiros: A mosca e o perfume – (Eclesiastes 10.1) - Por Servos Livres



A mosca no perfume – (Eclesiastes 10.1)
“Assim como a mosca morta produz mau cheiro e estraga o perfume, também um pouco de insensatez pesa mais que a sabedoria e a honra.” (Eclesiastes 10:1)
A lição a ser aprendida nesta mensagem é que o menor pode estragar o maior. Uma coisa insignificante pode colocar grandes coisas à perder.
Um boi, um cavalo e até um cachorro morto chama a atenção. Mas quem liga para uma mosca morta?
As moscas mortas, são coisas que passam despercebidas aos nossos olhos.
Por exemplo, na fabricação dos perfumes na antiguidade, o processo era demorado. Levava-se meses e até anos no processo de sua criação. No versículo citado, o perfumista deixava a essência descansar em um vasilhame, por um bom tempo. Mas não percebeu quando uma pequena mosca adentrou ao vasilhame e morreu.
Uma coisa tão pequena, caiu no recipiente e anulou o efeito! O homem descuidou, e todo o seu trabalho se perdeu!
Que lição!
Temos visto isto, em muitos jovens que levam vinte e três anos para serem educados e se tornarem “gente”. Mas cinco minutos de conversa com um traficante, no banheiro do colégio, pôs aqueles vinte e três anos à perder!
Casamentos de vinte e cinco anos de união, que são destruídos por causa de cinco minutos de aventura.
Quanto tempo leva para se construir uma reputação?
Uma moça, que sonhou por dezoito anos, em casar direitinho, com toda aquela pompa, e esperou por anos, pode por tudo à perder numa simples conversa com um ‘malandro’.
Já percebeu que não ‘pegamos saúde’ de ninguém? Agora, experimente ficar em um ambiente fechado com alguém gripado!
Há uma estória sobre um domador de serpentes. Ele era um homem de circo, e ganhou uma serpente quando ela era de uma espessura de um dedo. Ele a domou por anos. Quando chegava o momento das apresentações, a serpente se enroscava ao redor do seu corpo, e à uma ordem, ela prontamente o atendia, desenroscando-se de seu dono.
Mas um dia, algo deu errado: a serpente não o obedeceu, e ele começou a ter dificuldades para respirar. A serpente foi apertando, apertando, até que o auditório ouviu barulhos de ossos serem quebrados...ele estava morto!
O grande perigo, é você brincar com aquilo que sabe ser nocivo à sua vida! O grande perigo é achar que à qualquer momento você pode parar, que está tudo sob controle!
O homem da estória, teve a oportunidade de matar a serpente quando ainda estava em seus dedos. Mas não o fez, antes a alimentoubrincoucom ela! No final foi destruído.
Meu amigo(a), não faça concessões. Em nenhum momento a Bíblia nos orienta a fugir – exceto no que diz respeito à nossa velha natureza: “Fugi da prostituição”, “fugi da impureza”, “fugi das paixões da mocidade” – são conselhos de Paulo, o apóstolo.
No hebraico, insensatez também é estultícia, que significa “tolices”.
Não ponha anos de serviço à Cristo a perder: Pequenas tolices, podem colocar a sua salvação em risco. Uma panela de perfume, não pode tornar uma mosca morta perfumada, mas uma mosca morta, pode corromper todo um trabalho. Nas palavras de Paulo:
“Um pouco de fermento levada toda a massa” (Gálatas 5:9)
Pense nisso!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

POSTAGENS RELACIONADAS

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...